O exame do ultrassom substitui a mamografia?
O câncer de mama permanece sendo uma das doenças que mais acometem mulheres em todo o mundo. Por isso, a prevenção é a única e a melhor forma de enfrentar tal realidade. Existem diferentes tipos de exames que permitem identificar alterações nos seios e o Ultrassom Mamário é um deles. Porém, com tantas opções oferecidas pela medicina, é comum que surjam algumas dúvidas sobre como e qual procedimento realizar.  Em casos de diagnóstico e prevenção ao câncer de mama, a mamografia segue sendo apontada como o principal exame para a saúde da mulher. Entretanto, a tecnologia do ultrassom é muito eficaz para alguns casos específicos. Além disso, a idade da paciente pode ainda determinar quais exames devem ser feitos. Saiba mais sobre o assunto!  

Afinal, o que é o Ultrassom Mamário? 

Ultrassom Mamário, assim como a mamografia, é um exame que permite distinguir lesões, cistos e nódulos localizados em glândulas ou tecidos existentes em toda a região dos seios. O procedimento realiza um diagnóstico por imagem, através da utilização de ondas sonoras para a captação das fotos.   Em ambas as mamas da paciente, e como tantos outros ultrassons, ele pode localizar alterações duvidosas. Dessa maneira, é possível diagnosticar fibroadenomas, anomalias, estiramentos, secreções no mamilo e até mesmo um tumor.  

Como o Ultrassom Mamário é realizado? 

Apesar de parecer complexo, realizar o exame é bastante simples e rápido. Para que as mamas sejam analisadas, a paciente deverá deitar em uma maca e colocar o braço do lado a ser investigado em baixo da cabeça. Então, o radiologista responsável irá usar um transdutor com gel para analisar a região.  É através do contato do aparelho com a mama que as imagens poderão ser capturadas via monitor. Qualquer alteração localizada será descrita pelo radiologista, já com tamanho e espessura. O exame é realizado em ambos os seios, porém leva apenas 20 minutos para ser concluído.  

O Ultrassom Mamário substitui a mamografia? 

A resposta é bastante clara: não! Esse exame é complementar a mamografia, procedimento exigido anualmente para qualquer mulher com mais de 40 anos. Somente a mamografia consegue identificar aquelas lesões e nódulos que o ultrassom não detecta.   Porém, o ultrassom é sim uma alternativa inicial em alguns casos específicos. De qualquer forma, em casos de lesão ou nódulo suspeito, somente a mamografia poderá cravar o diagnóstico.  

Em quais casos o ultrassom mamário é mais indicado? 

Como já mencionado, o exame é altamente indicado para as mulheres mais jovens. A razão é que, nessa faixa etária, os seios costumam ser mais densos. No caso da mamografia, essa quantidade de tecido fibroglandular pode obscurecer nódulos e lesões. Assim, a visualização por imagem fica mais difícil. Além disso, o Ultrassom Mamário pode ser indicado para os casos mais delicados e específicos, como:  
  • Paciente muito jovens; 
  • Paciente que não pode ser exposta a radiação, como é o caso das gestantes); 
  • Alterações vistas na mamografia, mas que também necessita de uma avaliação complementar.  
Por isso, uma mulher com até 35 anos dificilmente precisará fazer primeiro uma mamografia dos seios. Entretanto, o procedimento será necessário caso algo suspeito seja identificado. Assim, a mamografia permitirá uma melhor conclusão e o material será encaminhado para a biópsia.  

Entre em contato com a Radioclínica

Mesmo sem sintomas ou sem localizar nódulos, o cuidado periódico com a saúde da mama deve ser realizado desde cedo! Afinal, mulheres novas, mas que possuem a mama muito densa, estão mais suscetíveis a desenvolver o câncer de mama. Previna-se!   Mantenha os seus exames em dia confiando sempre em profissionais radiologistas altamente capacitados para te atender. Agende já o seu Ultrassom Mamário aqui na Radioclínica! 

Posts Recentes

Categorias

A Radioclínica foi fundada em 1995 e representa uma sociedade de médicos radiologistas que atua no segmento de serviços de diagnóstico por imagem na cidade de Uberlândia.

Tem alguma dúvida, depoimento ou qualquer outro ponto? Deixe um comentário abaixo!